11/11/14

Vertigens. Impressões

Vertigens. ImpressõesVertigens. Impressões by W.G. Sebald
My rating: 4 of 5 stars

Elucubrações produzidas por um homem-sombra, memórias, viagens em que se cruza com os fantasmas do (seu) passado. A morte é um sonho, um caminho, um incêndio voraz, um penhasco devorador, a neve que não derrete.

Desconcertante.

“Nos meus tempos livres, disse Salvatore, refugio-me na prosa como numa ilha. Passo o dia todo no meio da azáfama da redacção, mas à noite instalo-me na minha ilha e quando começo a ler as primeiras frases, é como se fosse a remar pelo mar fora.” (P.101)


View all my reviews